Na minha família (e talvez na sua também) social sempre foi em volta da mesa, deve ser por isso que adoro petiscar! 

Hoje em dia testar receitas de petiscos, aliás, reinventar essas receitas é parte do prazer de receber e estar com pessoas queridas ! Foi assim que saíram essas batatas crocantes, inspiradas na receita da Bela Gil!

2017-03-021

vai usar

4 batatas doce com casca (médias)
4cs farinha de gergelim
2cs gergelim torrado
2cc alecrim desidratado
1 p (generosa) de pimenta preta moída na hora
1 p sal rosa (a gosto)
1 p açafrão em pó

 

 

 

Costumo lavar as batatas e deixar de molho em água limpa por 6 a 8 horas para diminuir os compostos anti-nutricionais e o risco de ficar com gases!  Se forem orgânicas, vale usar com casca mesmo, caso contrário, eu costumo tirar (não tem como eliminar todo o resíduo de agrotóxicos, mas pelo menos diminui).

Primeira coisa, ligue o forno pois é importante que esteja bem quente. Feito isso, só corte tipo batata rústica e tempere, “apertando” um pouco os temperinhos! Costumo adiantar esse processo umas 2 ou 3 horas antes de assar, mas também funciona assar logo em seguida. Arrume na forma de forma que não fiquem sobrepostas e leve ao forno quente por 20 a 30 min e vire para dourar o outro lado por mais uns 10min.

Ficam bem gostosas para acompanhar guacamole, a Pastinha de Castanhas que fiz no meu aniversário ou com essa Pastinha de Amêndoas

1/2 x amêndoas cruas

3cs azeite de oliva extra virgem

1 p sal rosa

1 p pimenta preta moída na hora

1 ramo de hortelã (umas 10 folhinhas)

Deixe as amêndoas de molho em água limpa por 6h, escorra e lave bem. Bata as amêndoas no processador com os temperos e as folhas de hortelã até ficar uniforme, a textura lembra ricota…. mas o sabor é (muito) melhor!

Gostou? Prepare para compartilhar com quem também gosta de petiscar com sabores diferentes!!

beijos mil 

Legenda. x: xícara; cs: colher de sopa; cc: colher de chá; ccf: colher de café; p: pitada.