eu tardo mas FAÇO! 

Faz algum tempo  que fiz alguns vídeos sobre acne depois da adolescência e surgiram (muitas) perguntas sobre as causas,  a relação com a síndrome do ovário policístico (SOP) e estratégias de tratamento.

Demorei por um bom motivo: coleta de dados! 

A acne na mulher adulta pode ser causada por alterações hormonais, especialmente relacionadas ao metabolismo da insulina e da testosterona (hormônio sexual), sendo que essas variações podem ser consequência de hábitos de vida como consumo de doces e farinhas em grande quantidade, sedentarismo e estresse.
O melhor profissional para falar sobre variações nos hormônios sexuais é o médico ginecologista, então pedi para o médico que cuida de mim, pois é nele que confio – o dr. Ronaldo Perlatto (muito querido) trabalha com medicina integrativa na linha da Medicina Antroposófica.

Ele me disse o seguinte.

“A síndrome dos ovários policísticos (SOP) se caracteriza por um distúrbio endócrino  que pode alterar o ciclo menstrual.  Existem vários estágios  que podem se apresentar clinicamente, desde alterações relacionadas aos dias do ciclo até a amenorreia (que significa falta de menstruação). É uma condição que necessita atenção pois  pode vir acompanhada de dificuldade para engravidar, acne,  aumento de peso,  aumento da resistência à insulina (com risco de desenvolver diabetes tipo 2).
O  tratamento tradicional se faz com hormônios produzidos em laboratórios (por exemplo anticoncepcional). Nas chamadas medicinas integrativas, como é o caso da  Medicina Antroposófica, independente da patologia apresentada, procura-se através de medicamentos dinamizados (obtidos diretamente da natureza, não produzidos em laboratórios) incentivar que o próprio organismo reencontre o seu equilíbrio, o  que possibilita que o processo de cura se apoie nos processos curativos endógenos. Entretanto, no caso da SOP  a decisão terapêutica necessita de uma coerente avaliação médica para que se possa determinar o estágio em que o paciente se encontra e qual a melhor conduta terapêutica. “

Viu só? O diagóstico de SOP pode ser uma das razões da acne na mulher adulta, sendo que independente do tratamento médico (tradicional ou integrativo) a MUDANÇA DE HÁBITOS deve fazer parte do processo.
A principal estratégia não medicamentosa no tratamento da SOP é melhorar a captação e utilização da glicose, o que envolve ajustes na alimentação e prática de atividade física.

Sobre a alimentação, o excesso de alimentos (independente do alimento), doces a base de açúcar (balas, goiabada, doces de frutas, pudins, tortas) e produtos preparados com farinhas refinadas  (pães, bolos, biscoitos) elevam o nível de glicose no sangue, que faz um super estímulo no pâncreas para liberar insulina. A insulina é responsável por colocar essa glicose toda dentro das células para que seja transformada em energia na forma de ATP (como se fosse nosso watts). Acontece que esse processo tem um limite que é regulado pela necessidade de energia que seu corpo precisa (por isso quam gasta mais energia com exercício pode consumir mais alimentos sem alterar o corpo). O que sobra dessa glicose é estocado nas gordurinhas!rsrs E aí mora um detalhe, o corpo considera um estresse a persistência desse excesso de alimentos e de glicose, então desenvolve resistência à insulina. Ou seja, ela fica circulando no corpo fazendo outras funções (por exemplo estimular as glândulas sebáceas que participam da formação da acne) e não consegue fazer sua função principal bem direito. Você pode ter a sensação de estar sempre fadigada e com fome de pão ao mesmo tempo….. e vira um ciclo que pode ser quebrado colocando alimentos fonte de carboidrato e rico em outros nutrientes. Como frutas, raízes e cereais (da terra, não o matinal de caixinha ein!).

Sobre o exercício físico, a melhor pessoa para orientar sobre o que fazer e como fazer é um educador físico, lógico. Só para você se sentir estimulada a procurar alguém, vou te contar que o exercício aumenta a captação de glicose pelas células do músculo (e tem muita célula nos nossos músculos!rsrs) independente da insulina, sendo que esse mecanismo dura algum tempo mesmo depois do exercício físico, então com o tempo a chegada de glicose no sangue deixa de estimular tanto o pâncreas e diminui essa tal resistência à insulina. Consequência? Você sente menos fadiga (mesmo fazendo exercício ) e mais energia para qualquer coisa no seu dia a dia. Top ein? E qual o melhor exercício? O que você FAZ, pois só pagar academia não muda nada, viu? heheh

Além da SOP, o estresse e hipersensibilidade alimentares também podem desencadear esse processo de desenvolvimento de acne. A acne por estresse emocional pode acontecer por uma união de fatores, dentre eles o estímulo da insulina e a deficiência de zinco. A hipersensibilidade alimentar, especialmente ao leite de vaca também pode super estimular a insulina, além da cascata do sistema imune.
Ou seja, cada acne é uma acne e você precisa ser avaliada de forma integrativa para entender as razões do seu corpo e assim traçar as melhores metas de tratamento.

E aí…. que mulherada é um pouco ansiosa (só as vezes, né?) e quer resultado rápido, então cuidados estéticos com a acne podem melhorar o aspecto até você correr para cortar o mal pela raiz cuidando das causas desse sintoma (já que acne é um sintoma). Então fui falar com o dr. João Ferraz que é dermatologista e explica que existem vários tipos de acne, sendo que o tratamento varia de acordo com o grau.

“O grau 1 é acne não inflamatória ou comedônica é a forma mais simples de acne que surge na maioria dos casos durante a adolescência e é caracterizada por cravos na testa nariz e bochechas. No entanto, pode surgir em qualquer momento da vida e o tratamento consiste em uso de cremes ou loções de uso tópico como o sabonete com enxofre e ácido salicílico ou o adapaleno gel, que devem ser prescritos pelo dermatologista. Além disso pode-se usar tretinoína e isotretinoína adapaleno ou ácido azeláico, pois são medicamentos anti-inflamatórios anticomedogenico e comedoliticos.

O grau 2 é a acne pápulo-pustulosa é aquela com presença de cravos e espinhas pápulas e pústulas que são elevações da pele que contém pus e o tratamento deve ser feito com antibióticos em comprimidos como Tetraciclina minociclina ou sulfa e antimicrobianos em gel como o peróxido de benzoíla eritromicina ou clindamicina, que devem ser indicados pelo dermatologista.

O grau 3 é acne nódulo-cística caracterizada pela presença de nódulos internos sob a pele são muito avermelhadas e causam dor. O tratamento consiste no que foi falado na acne grau 2 além do uso de Roacutan que deve ser prescrito pelo dermatologista.

O grau 4 é acne conglobata caracterizada por um conjunto de lesões próximas umas das outras com pus causando a formação de abscessos e fístulas na pele causando cicatrizes. O tratamento consiste no uso de antibióticos e Roacutan. “

Pois bem amores, deu para perceber que existem diversas razões e soluções para os diversos tipos de acne, certo?Lógico que quanto antes procurar saber as razões e cuidar das causas, o risco de alcançar os graus mais avançados (e pelo jeito mais trabalhosos para tratar) é menor.
E aí a gente volta num termo que eu sempre bato por gostar muito AUTO AMOR. É saber olhar para você, perceber quando tem alguma coisa fora do seu padrão e buscar ajuda começando pelo lugar onde se sente mais confortável.

Gostou? Curta, comente, compartilhe com quem também pode gostar!!

beijos mil